Notícias

Saiba quais são as melhores técnicas para estudar sozinho

      
Crie uma rotina planificada e faça anotações com eficácia
Crie uma rotina planificada e faça anotações com eficácia
  • Muitos alunos apresentam uma enorme dificuldade para organizar os seus estudos fora da escola ou da faculdade.
  • A grande maioria deles não consegue obter um bom resultado nos exames, simplesmente por não saber como se preparar.
  • É preciso saber definir um método de estudo e estabelecer uma rotina com horários definidos.

Definir um plano para organizar os estudos em casa é fundamental para ter mais autonomia no aprendizado, melhorando, dessa forma, o desempenho acadêmico.

1. Faça uma leitura geral

Quando você abrir um livro para estudar, faça primeiramente uma leitura rápida e objetiva para ter uma noção geral sobre o assunto do texto. Leia o primeiro e último parágrafo, e só depois se aprofunde na leitura, pesquisando de uma forma mais detalhada.


2. Marque o texto corretamente

Evite marcar o texto durante a leitura. Isso certamente fará com que você sublinhe trechos em excesso, destacando informações não essenciais. Se você estiver lendo uma parte do texto que julga ser inteiramente importante, faça apenas uma marcação ao lado para indicar que aquilo deve ser guardado. Em seguida, destaque/sublinhe apenas as palavras-chave.


3. Faça anotações

As anotações são ótimas formas de memorizar de fato aquilo que foi lido. Elas podem conter diferentes esquemas, que variam conforme o método de estudo: desenhos, linhas do tempo, mapas, cores, entre outros. O importante é lembrar que cada aluno tem a sua própria maneira de registrar os tópicos principais da sua leitura.

Redes coinceituais

Uma dessas formas de registrar os tópicos é através das redes conceituais permitem relacionar conceitos vistos em diferentes autores ou em diferentes unidades da matéria e “dialogá-los” uns com outros. É importante elaborar um código próprio que seja lembrado com facilidade (podem ser flechas ou cores diferentes, por exemplo).

Leitura em voz alta

Existem pessoas que têm maior facilidade para a memória auditiva que para a memória visual. Para estes estudantes, ler em voz alta tem a vantagem que lhes ajuda a “gravar” a matéria na memória.


4. Pratique

Para saber o quanto foi realmente aprendido, é necessário colocar em prática o conteúdo estudado. Para isso, você pode responder às questões no livro didático, explicar a matéria a um colega ou refazer as suas anotações sem consultar o texto. Os exercícios indicam aqueles assuntos nos quais você apresenta maior dificuldade, devendo manter uma atenção especial.


Seja qual for a técnica que você for escolher para estudar, é recomendável poder se concentrar. Se você se distrai com facilidade, você terá que desconectar o telefone, apagar o computador e o rádio, ou inclusive sair do quarto para ir à uma biblioteca. Vale a pena destacar que estudar é um hábito: quanto mais você pratica, mais fácil vai se tornar se debruçar nos livros.

E lembre-se: os processos citados acima estão relacionados entre si, e por isso, para aprender de uma forma eficiente, o estudante deve passar por todas essas etapas. Aplique esses conselhos e garanta sucesso em sua vida acadêmica!

Você escolheu a sua profissão ideal? (Universia Brasil)

Infografía: Você escolheu a sua profissão ideal?

Normalmente não dedicamos tempo de qualidade para ver se o cargo ao qual nos candidatamos é o mais idôneo. É importante que o trabalho se corresponda com as suas expectativas.

Inscreva-se e baixe este infográfico gratuitamente


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.